• Cabala News

Transformação dos opostos

Quarentena: Problemas ou Oportunidades?

por Fernando Martin


Nesta época de introspecção e isolamento, surge a chance de conhecer a nós mesmos, incluindo nossa parte oculta. Isso nem sempre parece agradável, e algumas vezes deixamos que essa sensação nos invada. Mas não tem que ser assim.


A Sabedoria da Cabalá nos ensina sobre a Luz Infinita, que emana eternamente; mesmo quando colocamos véus escuros sobre nossos olhos.


Nem sempre estamos conscientes disso, e algumas vezes sucumbimos ao ‘negativo’, nos tornando vítimas e absorvendo essa energia. Isso ocorre principalmente porque nossos pensamentos atraem cenários desagradáveis para nós.


Sempre atraímos tudo aquilo que está em nossa mente, sejam coisas boas ou ruins. Mas, o que chamamos de ‘mal’ ou ‘negativo’ pode ser encarado como uma ‘oportunidade’. Problema é uma palavra-código para ‘Oportunidade’.


Dissolvendo a Ilusão


O ser humano ganhou um presente divino, a Imagem e Semelhança, que nos permite realizar transformações. Autotransformações. Temos o poder de criar a nossa realidade, retirando a ilusão de escuridão e revelando a Luz sob ela. Isso faz com que cada problema seja, na verdade, uma oportunidade para realizar uma Autotransformação.


Quanto maior a escuridão, maior o potencial para revelar a Luz


Para o cabalista, cada situação estreita, cada problema no caminho, traz uma oportunidade oculta, para fazer uma autotransformação em nós mesmos; esse é o propósito de nossas almas: realizar nosso tikun, transformando em Luz o que é ‘negativo’ em nós.


Uma das ferramentas espirituais mais úteis que podemos usar para revelar a Luz sob a escuridão, e na verdade para transformar todos os opostos, encontra-se na Oração do Ana Bekoach, na terceira frase, sintonizada com a coluna do Meio, com a Sefirá Tifêret, e com o patriarca Iaakov.

São as últimas três letras:


Iud Caf Shin – Transformação dos Opostos


Meditar nessas três letras nos confere o poder de transformar a pobreza em prosperidade, doença em saúde, dor em bem estar, reatividade em proatividade.

Para utilizá-la com esse propósito, podemos fazer o Ana Bekoach completo (para acessar a Árvore da Vida completa) e antes de fazer a bênção final, meditar nas letras Iud, Caf, Shin, da mesma forma que meditaríamos num dos 72 Nomes Sagrados.


Um dos 72 Nomes Sagrados, também pode nos ajudar:

Resh, Hei, Áin – Transformar o Negativo em Positivo


Com o poder desse Nome Sagrado desperto a capacidade de transformar completamente as energias e situações negativas em minha vida, em oportunidades e bênçãos.

O maná cai com suavidade sobre mim, e a vida começa a parecer tudo aquilo que minha alma deseja, projeta e imagina.


Também traz proteção contra as energias negativas e assim favorece o equilíbrio e a cura. Ajuda a ter certeza sobre nossa correção (tikun) nessa vida.


Guematria: A soma desse Nome Sagrado é a mesma de Resh, Áin, Hei (maldade) e por isso é usada para retirar a maldade de nós e dos outros.


23 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 por CabalaNews. Orgulhosamente criado com Wix.com