• Cabala News

Diversidade de pensamentos, filosofias e espiritualidade

A busca pela evolução pessoal e espiritual marcaram o 5º Congresso Brasileiro de Kabbalah - "No Espírito da Liderança", na capital paulista



Mais de duzentas e noventa pessoas lotaram o auditório do Colégio Maria Imaculada, no bairro do Paraíso na capital paulista, nos dias 22 e 23 de setembro de 2018, buscando por meio da Cabalá alternativas para viver uma vida longe do materialismo e consumismo exagerado que está levando muitas pessoas a procurar um caminho mais espiritual. Nesta corrida atrás de um propósito, muitos têm encontrado no estudo da Cabalá a esperada mudança de direção.


O 5º Congresso Brasileiro de Kabbalah – No Espírito da Liderança – Edição São Paulo, recebeu nas duas jornadas programadas um contingente expressivo de adeptos ao culto judaico e de estudiosos da sabedoria milenar da Cabalá, além dos já formados, para um nivelamento e aperfeiçoamento desses conhecimentos.

Foram seis palestrantes que apresentaram dentro de suas especialidades místicas e profissionais, pareceres e convicções daquilo que podemos entender como caminhos para a Luz, desmistificando e disseminando os ensinamentos da Cabalá.


Na primeira jornada a abertura foi realizada com um ritual de celebração vibracional. Um ritual cabalístico com orações e meditações para ativar a energia sagrada do Shabat. A principal proposta do Rabino Joseph Saltoun naquele momento, era a de instaurar e unificar a energia dos quase trezentos participantes. Em seguida, o Rabino Joseph Saltoun realizou a leitura da Torá, assistido pelo cabalista Carlos Henrique Arouca e que trouxe para abrilhantar o evento o Coral de Juquitiba.


Os temas escolhidos por cada palestrante para o primeiro dia deu total conotação à proposta do Congresso, como o psicólogo clínico e cabalista Carlos Henrique Arouca, o primeiro palestrante que apresentou a sua “Porção Semanal: Os Segredos da Torá”. Por quase duas horas Carlos Henrique exaltou o poder do inconsciente e o despertar a que cada um de nós pode exercer para melhor visualizar a nossa vida neste planeta.


Na sequencia do ciclo de palestras, o público interagiu com o numerólogo e professor de Cabalá, Márcio Mussel que apresentou o tema “Em busca do meu caminho”, exibindo no telão imagens ilustrando as razões pelas quais a numerologia explica os nossos caminhos através de uma simples questão matemática, ou seja, a soma entre os números do dia, mês e ano do nosso nascimento. De 1 a 9, resultado desta soma, Márcio Mussel explicou o significado de cada valor numérico o caminho que o céu e as estrelas ‘escrevem’ para os nossos destinos no momento do nosso nascimento.


Finalizando a primeira jornada do 5º Congresso Brasileiro de Kabbalah, a astróloga e cabalista Nanci Vince, apresentou o tema “O seu líder interior através do mapa astral”. O Espírito da Liderança, que foi o tema deste Congresso, atingiu seu ápice como proposta idealista numa cidade que respira concorrência pessoal e profissional, na exposição de Nanci. A sequência lógica das duas apresentações, ou seja, numerologia e finalizando com astrologia, comprovam a veracidade de que vivemos em um Universo matemático, e que desde os primórdios da nossa existência, estrelas, astros e constelações regiam, e regem a nossa caminhada.


O segundo e último dia do 5º Congresso Brasileiro de Kabbalah, iniciou com meditação e em seguida o Rabino Joseph Saltoun fez a sua apresentação com o tema “O Conceito da Liderança Segundo a Bíblia”. Logo no início da sua exposição, o Rabino Joseph enfatizou o papel das lideranças em todos os ambientes em que vivemos e convivemos, ressaltando um fator elementar dentro do campo espiritual, a de que Deus não tem religião e não é religioso. Nós, seres séquitos oriundos desta divindade é que decidimos – o livre arbítrio – por nos conduzir em caminhos entre a Luz e a Escuridão, e somos todos previsíveis nas escolhas. Por essa vertente é que a Cabalá explica a nossa jornada neste planeta e ao mesmo tempo busca despertar conhecimentos adormecidos.


Na sequencia do ciclo de palestras programadas para a jornada derradeira, o Dr. Dennis Olímpio, advogado e cabalista, apresentou um tema que provocou profundas reflexões no público presente: “Quebre a repetição. Estamos aqui para criar”. Dr. Dennis usou experiência própria para a exposição de motivos que nos levam a crer em situações repetidas como sendo “coincidências”, o que na verdade, explica o palestrante, trata-se de repetições e que temos que observar e nos ater a essas repetições, sejam elas provenientes ou que acontecem porque nós “pedimos”. Criar sim, após detectar ações como estas, uma situação para que possamos quebrar um ciclo, por exemplo. Não se trata de rotina, mas apenas e tão somente de ações ou atitudes repetidas no dia a dia ou cíclica. Muitas vezes as repetições podem se caracterizar como “retorno”, ou seja, precisamos aprender alguma coisa com fatos que se repetem. O exemplo clássico que o Dr. Dennis usou para ilustrar diz respeito aos relacionamentos pessoais ou afetivos em que a pessoa detecta na outra gestos ou atitudes semelhantes às pessoas de relacionamentos anteriores.


O Psicólogo Carlos Henrique Arouca apresentou o tema “Os 54 Ciclos da Alma”, no segundo dia do Congresso. O tema disseca com detalhes as treze passagens bíblicas as quais dentro de cada tópico repetimos e exercitamos erros e equívocos, quase que cem por cento inconscientes.


O 5º Congresso Brasileiro de Kabbalah apresentou também a sua proposta de diversidade respeitosa a conceitos religiosos e filosóficos, com os palestrantes Dr. Ladislau Nogueira e a Monja Coen Roshi.


Discípulo do Mestre Irineu ou Mestre Juramidã e dirigente do CICLUJUR – Centro de Iluminação Cristã Luz Universal Juramidã, o Dr. Ladislau Nogueira apresentou o tema “Liderança Espiritual de Raimundo Irineu Serra”. Há 51 anos o Dr. Ladislau tornou-se seguidor e discípulo de Mestre Irineu, fundador do Santo Daime, que é uma manifestação religiosa surgida na região amazônica nas primeiras décadas do século XX, que tem como base o uso sacramental de uma bebida enteógena, a Ayahuasca, trazendo para os seguidores uma oportunidade para o entendimento e reflexão sobre uma vivência interna.


Um final apoteótico com a palestrante Monja Coen Roshi, primaz fundadora da Comunidade Zen Budista do Brasil, sediada no Templo Taikozan Tenuzi Zenji em São Paulo, apresentou o tema: “Meditar e refletir sobre quais os sentidos que podemos dar à nossa vida”. A Monja Coen abriu a sua participação convidando a todos os presentes para uma meditação gerando uma harmonização plena, auxiliando na compreensão das suaves palavras emanadas em sua exposição. O conflito planetário e o sentido que podemos dar ao nosso relacionamento humano literalmente, em convívio com o ser mais próximo e o todo promovendo uma massa crítica de bondade e união. Uma mensagem clara e objetiva que expressa profunda preocupação com a direção em que a humanidade caminha. A Luz, sempre a Luz para o bem comum.



Rituais, cânticos e mantras:

Intervenções musicais e a arte da dança dentro do contexto ritualístico foram momentos de brilhantismo nas duas jornadas do 5º Congresso Brasileiro de Kabbalah.

O coral e os musicistas de Juquitiba deram o tom nas suas apresentações, avolumando sonoramente os cânticos e rituais, assim como o naipe de vozes predominantemente feminino. Dançarinas exibiram graciosamente talento nas suas apresentações ilustrando, de maneira bem sincronizada e colorida, danças tribais e dos costumes judaicos.

Mais um momento de frenesi dentro do contexto espetáculo programado no Congresso foi com a cantora e compositora de origem judaica, Fortuna.

Outra intervenção programada para o Congresso que causou profunda emoção aconteceu com a “Oração Pela Paz Mundial”, conduzida pela Sra. Jane Ribeiro e o Rabino Joseph Saltoun.



Editora Meron faz lançamento de três novos livros

Durante a realização do 5º Congresso Brasileiro de Kabbalah, a Editora Meron Dinâmica Cultural promoveu com exclusividade aos participantes do evento o lançamento de três títulos com a presença dos seus respectivos autores e sessão de autógrafos.

“O Estudo das Dez Emanações Luminosas” autor Rabino Joseph Saltoun; “Os Filhotes do Santo Leão” autor Gabriel Grinberg; “Gotas de Cabalá” autor Fernando Martins, podem ser adquiridos na loja virtual www.josephsaltoun.com.br, ou nas lojas Sêfer e na rede da Livraria Cultura.


Missão cumprida

Nas considerações finais do Mestre da Sabedoria da Cabalá, Rabino Joseph Saltoun, idealizador do 5º Congresso Brasileiro de Kabbalah, ele destaca a importância da nobre participação dos palestrantes de altíssimo nível de conhecimentos, cada qual em sua especialidade, e é grato especialmente a todos os congressistas presentes que estiveram nestas duas jornadas bem intensas, sedentos de conhecimentos e interagindo nas meditações e orações.


Para o Rabino Joseph ficou a certeza de que todos buscam mudanças, o despertar de uma nova consciência por meio de um trabalho espiritual. Segundo a Cabalá, a questão não é “o que vai acontecer no futuro ou amanhã”, mas sim temos que nos perguntar “o que eu estou fazendo hoje”, pois as nossas atitudes de hoje determinam o nosso futuro.

A nossa história ensina que a vida se repete em todas as áreas, quer seja na vida social, pessoal, profissional, por exemplo, e a mudança verdadeira é a mudança pessoal e interna, de cada um de nós.

Para vivermos em um mundo melhor é necessário melhorarmos no aspecto espiritual principalmente, não tem outro caminho. A Cabalá oferece ferramentas e elas aparecem em todas as áreas da nossa vida. No trabalho, em casa, nos estudos como astrologia, numerologia, medicina, astronomia.

A Cabalá quer despertar a nossa consciência para não cairmos na escravidão da rotina, para não vivermos uma vida cinza, sem cores. “Ouvimos uma canção no congresso sobre a palavra Cor-Ação, o coração que age e cria uma vida colorida, interessante que vale a pena viver, que traz para nós felicidade, alegria, plenitude, satisfação. Ela traz para nós uma capacidade de sermos co-criadores, pessoas mais criativas e criadoras. Somos capazes de apoiar, ajudar, iluminar os nossos caminhos e o caminho dos outros” comenta o Rabino Joseph.

Foram realizadas diversificadas exposições com diferentes abordagens filosóficas e esotéricas durante o congresso. Tal miscigenação de crenças entre palestrantes cujos perfis como filosofia budista, astrologia, numerologia, xamans, entre outros, podem promover dúvidas e até conflitos nas mentes em evolução, relacionado ao fundamento da Cabalá. Porém é preciso esclarecer que a Cabalá utiliza de uma linguagem transcendental e universal por não ser uma seita, uma religião e quer resgatar a essência da Criação em nossa mente, e para isso oferece as ferramentas necessárias. O cabalista é capaz de caminhar sem conflitos e sem paradoxos, individualmente e com crescimento espiritual pode ajudar na caminhada daqueles que buscam esse resgate.


“Estamos vivendo uma transição, com dois mil anos vagando pelas trevas (ignorância) e agora entramos numa nova era de iluminação. Essa transição acontece para toda a humanidade e a Cabalá oferece ferramentas espirituais, mentais, emocionais, para que este processo de travessia dessa era seja sem dores, sem sofrimento” explica o Rabino Joseph.


texto: Fernando Luigi

16 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 por CabalaNews. Orgulhosamente criado com Wix.com