• Cabala News

Rabi Shimon bar Yochai

A importância fundamental do Zohar no pensamento judaico e a peregrinação anual a Meron, em Lag Baômer, são testemunhos de seu sucesso.

Caverna em Peki'in, onde Rav Shimon Bar Yochai revelou a sabedoria do Zohar.

Rabi Shimon bar Yochai, um dos sábios mais importantes na história judaica, viveu há cerca de 1800 anos. Existem muitos ensinamentos em seu nome na Mishná, Guemará e Midrashim, enquanto que o Zohar, a fonte fundamental da Cabalá, é construído ao redor das revelações de Rabi Shimon ao seu círculo de amigos íntimos.


Durante as horas que antecederam seu falecimento, em Lag Baômer, ele revelou os segredos mais "sublimes" da Torá para assegurar que este dia seria sempre uma ocasião de grande júbilo, intocado pela tristeza por causa do período de Ômer e luto por ele.


Como Rabi Akiva, seu mestre, Rabi Shimon sofreu perseguição por parte dos Romanos. Sua cabeça foi colocada a prêmio, e Rabi Shimon precisou esconder-se.


Nas colinas ao norte de Israel, Rabi Shimon e seu filho, Rabi Elazar, ocultaram-se em uma caverna (foto) por muitos anos, durante os quais estudaram Torá dia e noite. D'us realizou muitos milagres para eles: uma alfarrobeira cresceu na entrada da caverna para alimentá-los, e a água foi fornecida pela criação de uma fonte de água fresca da montanha. Eliyáhu, o profeta, apareceu a eles, ensinando-lhes mistérios secretos da Torá.


Após doze anos na gruta, Rabi Shimon soube que o imperador romano que havia decretado sua morte não mais vivia. O perigo havia passado; Rabi Shimon e seu filho podiam agora deixar a caverna.


fonte: Chabad.org

13 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 por CabalaNews. Orgulhosamente criado com Wix.com