• Cabala News

O Propósito

Uma das questões mais fundamentais da vida de um ser humano está relacionada ao propósito. Podemos atribuir a isso a condição de validação de nossa própria existência

por Henrique Andrade



Mesmos cercados por pessoas podemos notar uma certa solidão que nos leva a um olhar interno para encontrar os motivos desse sentimento, quase como um enigma a ser revelado.

Acredito que muitos já fizeram perguntas sobre os motivos da própria existência: por que nasci? De onde vim? O que devo fazer aqui? Para onde vou?


Olhar para dentro de nós mesmos não é algo que fomos educados para fazer, à medida que vai sendo feito vamos encontrando os obstáculos que impedem revelar a plenitude da luz que possuímos, assim podemos nos corrigir.


Fica mais fácil observar o mundo externo que nos cerca ao perceber uma árvore que cresce com frutos amadurecendo, e no seu devido tempo será consumido. Aquele estabelecimento comercial que foi inaugurado há pouco tempo, com o seu crescimento notório pelo movimento de pessoas que entram e saem com pacotes de mercadorias.


Para onde quer que olhemos podemos perceber que há sentido na vida.

Cercados, ou não, pela proteção da família, o ser humano cresce sem ter a menor consciência da sua própria existência, até que em um determinado momento ele se dá conta dos inúmeros caminhos percorridos, finalizados com sucesso ou não, e que não aquietaram ou trouxeram algumas respostas ao seu coração.


Temos impressões de que algumas coisas são certas e outras nem tanto. Muitas pessoas não passam deste ponto das impressões certas ou erradas, navegando pela vida “torcendo” para que tenham a sorte de conseguir algo de valor para sentir a riqueza, a fama, sem questionar se estas coisas são realmente importantes.


A Cabalá diz que este mundo físico é importante porque aqui é o local onde todas as energias se manifestam de forma física. A Cabalá nos leva a compreender que toda a Criação tem um propósito, assim como a vida de cada ser humano tem também um sentido definido.


O propósito da Criação foi para estabelecer um ambiente, com níveis espirituais e físicos, que permitam que cada pessoa possa protagonizar o seu papel no desenvolvimento e amadurecimento pessoal e da Criatura no Infinito. Podemos notar que há uma super inteligência ou um criador por trás desta grande obra.


Um mundo sem propósito seria um mundo inútil. Tudo e todas as pessoas possuem a sua finalidade. Até mesmo o “mal” tem seu propósito. Uma pessoa ou algo sem propósito é considerado sem sentido, desvalorizado, até inútil. A falta de sentido nos leva a perceber a inexistência de regras, de leis, culminando com a desvalorização, e isto faz sentido!

São os valores que determinam as leis que definem e personalizam um objeto, um lugar e também uma pessoa.


Deus é o mais valoroso por reunir em si o manancial de todo o poder capaz de sustentar a vida, desde os grandes astros até as pequenas bactérias, bem como os átomos dessas bactérias.

Como é citado no Salmos 127: “Se Deus não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se Deus não edificar a cidade, inutilmente se desvelam as sentinelas”.


O Zohar cita um versículo: “Levantai vossos olhos para as estrelas, e vede: Quem criou estas?” (Isaias 40:26). O mundo que nós vemos está personificado na palavra “estas” – Eleh em hebraico. Olhe para estas e pergunte “Quem” – Mi em hebraico. Assim a combinação das duas palavras, Eleh e Mi (estas e Quem) e obterá o nome de Elohim.

Elohim é um dos nomes de Deus, responsável pelo processo criativo, no segundo nível do Tetragrama, também chamado de Dimensão da Criação.


Podemos finalmente concluir que a casa habitada por Deus se torna uma fonte de valores capaz de criar, bem como desenvolver a vida humana com a paz, o amor e a prosperidade.


Há uma diferença entre “imagem” e “semelhança”. A imagem todos possuem como filhos de Deus. A semelhança pode ser alcançada pelas práticas adotadas, assim, semelhante é aquele que faz conforme seu comandante.


Aquele que deseja encontrar o sentido de sua vida, necessariamente precisa entender o sentido da criação na visão do Criador e procurar se manter dentro de seus princípios e valores.

As duas primeiras citações dos 10 Mandamentos: Amar a Deus acima de todas as coisas; Amar ao próximo como a ti mesmo, respectivamente, são os “mandamentos” proferidos que são considerados como a semente ou os fundamentos de toda Bíblia.


O que está contido nesta e nas demais orientações? Como a própria pergunta traz em si a Luz à consciência, podemos dizer que: uma “orientação”, um sentido, um caminho para desenvolver e ultrapassar os bloqueios que impedem a jornada no caminho de luz para as dimensões espirituais.


Temos um modelo, um mapa, a seguir. Os patriarcas, os mestres de luz, que viveram neste mundo, superaram as adversidades, possuem as virtudes, os princípios que podem nos ajudar a elevar acima das situações, assim como das confusões que distorcem a mente e escurecem os olhos para uma verdadeira vida de plenitude.


Fazendo uma analogia com um imã que desloca um objeto do lugar em que está paralisado, manter a imagem e presença dos mestres na mente, cria e estabelece um cordão de força que nos puxa para acima dessas condições precárias e caóticas.

Aos poucos, de degrau em degrau, a mente vai ficando cada vez mais limpa e cristalina para enxergar os dons, os valores, os princípios que regem uma vida espiritual melhor e mais próspera.


A Sabedoria da Cabalá nos diz que a busca pelo sentido da vida para uma pessoa é o fenômeno mais importante de toda criação, pois o elevará a condição de “semelhante” a Deus. Assim, o amor, a glória e o poder estão nas mãos do observador.


Carlos Henrique de Andrade é um estudioso de Cabalá, escritor, pesquisador e palestrante há mais de 30 anos, tendo iniciado seus estudos com o mestre em Cabalá Rabino Joseph Saltoun, em 1997 na cidade de São Paulo. Mantem o método de ensino praticado dos cabalistas originais, como: Rabino Shimon Bar Yochai - autor do Zôhar, Rabino Isaac Luria, Rabino Joseph Saltoun, entre outros.

Participa ativamente dos eventos do Instituto Meron Dinâmica Cultural presidido pelo Rabino Saltoun, sendo colaborador nos livros editados, em apostilas e eventos publicados pelo Rabino Joseph Saltoun.

Autor do livro “O Homem em Números”, ministrou diversos cursos relacionados a Cabalá, Tarot, Numerologia, atendimento individual em consultas, condução de grupos em viagens para vivências junto a natureza em cidades de Minas Gerais. Fez o “Caminho de Santiago de Compostela”/ Espanha, a cidades históricas de grandes cabalistas em Israel, visita as pirâmides do Egito, vivências na floresta amazônica e atua como membro do Instituto Meron – presidido pelo Rabino Saltoun no Brasil.

Atualmente reside na Cidade de Santana de Parnaíba – SP e trabalha ativamente na divulgação da Sabedoria da Cabalá.

22 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 por CabalaNews. Orgulhosamente criado com Wix.com