• Cabala News

O poder do 8 - o Centro da Torá

Bíblia Cabalística - porção Shemini colaboração de Vera Santos | Kabbalah e Amazônia - grupo de estudos


Shemini em hebraico significa oito. O número 8 nos conecta com Biná, a oitava sefirá a partir de Malchut. Geralmente lidamos com o número 7, que é a dimensão abaixo dela, ou com o 10 que é o número total de sefirot. O número 8 é também o valor numérico da circuncisão, que é uma conexão direta com Biná (Paraíso). Temos a oportunidade de nos conectar com a Luz sem a necessidade dos intermediários que geralmente usamos. A linguagem aramaica nos possibilita fazer isso, que é o motivo pelo qual o Zohar é escrito em aramaico. Os anjos não compreendem essa linguagem, por isso passamos direto por eles e vamos diretamente para Biná, através dessa porção. O Centro Físico e Espiritual da Cabalá Na quinta leitura dessa Parashá, atingimos o centro da Torá em termos de números de palavras. A palavra hebraica para “palavra” é Teiva, que significa proteção, ou arca, como na Arca de Noé. O meio é a coluna da energia central, que nos permite reativar o sistema imunológico que muitas vezes “fechamos”. No maftir (que seria a oitava leitura) alcançamos o centro da Torá em termos do número de letras na Torá, e nesse ponto existe uma grande letra Vav. Isso nos informa que temos responsabilidade em relação à Luz divina que está em nosso interior. Temos de ser responsáveis por tudo o que fazemos. * Nesta porção temos o centro físico das letras e o das palavras, em relação ao pergaminho da Torá. Ou seja, existe o mesmo número de letras e palavras antes e depois desses pontos. Um pouco adiante (Kedoshim 18) encontramos o centro das frases: ‘amarás o teu próximo como a ti mesmo’, que é considerado o centro físico e espiritual da prática da Cabalá. Podemos também considerar o centro do coração (Biná), pois a Torá se inicia com o Beth, e termina com Lamed. As duas letras juntas formam Lev, que em hebraico significa Coração. Sua soma é 32, o que se refere aos 32 Caminhos da Sabedoria (22 letras e 10 Sefirot). O número 8 também é (e não por acaso) o símbolo do Infinito (o Mundo Atemporal) e seu ponto central representa o Equilíbrio total, de nossas almas, espíritos, mentes e corpos. Esse é o “alvo” que todos devemos procurar, se desejamos sentir a verdadeira felicidade, que não dependa de nada fora de nós. Em nosso mundo físico da Ação, onde existe o tempo, ele só pode ser sentido aqui e agora, no momento presente, que se constitui na partícula de Eternidade que possuímos sempre. Escanear essa porção da Torá nos equilibra e reforça nosso sistema imunológico.

23 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 por CabalaNews. Orgulhosamente criado com Wix.com