• Cabala News

Lua Nova de Sagitário – Energia de Milagres no Ar

por Fernando Martins | "Gotas de Cabalá"


Na quinta-feira (28/11/19) entramos na lua Nova de Sagitário, que marca o início do mês hebraico de Kislev.


As letras do mês são Samech (Sagitário) e Gimel (Júpiter). Interessante observar que são as letras ligadas à sefirá Biná, a inteligência, e também a origem de toda a energia divina para nosso mundo físico, a fonte do “rio das bênçãos”, com a energia do Paraíso (a soma delas é 63, a mesma do Tetragrama escrito por extenso em Biná, o Paraíso, nossa Mãe Divina).


É um mês de milagres e podemos nos focalizar num milagre que desejamos em nossas vidas. Para fazer com que se realize, basta fazermos um pequeno gesto interno, de transformação, para que o Universo responda. Quando fugimos do desejo de receber para nós mesmos, os milagres acontecem.

Não é por acaso que a Festa das Luzes de Chanuká acontece neste período.


O mês de Kislev é também ligado ao arco-íris (Keshet, em hebraico), e traz a energia de novos começos e anulação de Julgamento, segundo o pacto realizado entre o Eterno e os humanos ao final do Dilúvio.

Segundo o Zohar, o arco-íris é relacionado às sete sefirot inferiores, e surge sempre que há um decreto de destruição, para adoçar o julgamento com o casamento cósmico da Shabat, unindo o Divino Masculino com o Divino Feminino.


Conforme afirma o Rabino Joseph Saltoun: “Sagitário pode ser o signo mais poderoso do Zodíaco, uma proteção para todos os signos”. Isso acontece, claro, quando aprendemos a compartilhar nossos dons com todos, canalizando a energia e revelando a Luz para toda a humanidade.


O Rabino Berg nos ensina: “Sagitário é um signo de Fogo, num aspecto intimamente associado com o elemento Ar”. O ar diz respeito à Coluna Central, do Equilíbrio e da Restrição, uma força interior em Sagitário nos impele e traz coragem, sustento e apoio. Milagres para enfrentar quaisquer desafios e realizar boas transformações em nossas vidas.

O milagre inicia-se em nossa transformação interna, para em seguida manifestar-se fora de nós.


A soma das letras do mês é 63, que corresponde ao mundo da Criação, Biná-Entendimento, de onde fluem todas as bênçãos para o mundo físico. Por isso, é bom meditar nas letras do mês, mesmo em nosso cotidiano, separando um minuto ou dois ao longo dia, para que possamos sempre estar ligados à energia do Paraíso (Biná) e trazer de lá tudo o que nossa alma precisa.


Em Kislev, a energia de milagres está no ar. Peça o seu, pois se não pedirmos, mesmo que mereçamos, não receberemos.


Um mês de boas mudanças a todos!

Chodesh Tov!

57 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 por CabalaNews. Orgulhosamente criado com Wix.com