• Cabala News

A missão e a colaboração da Mulher para a evolução da humanidade

No mês dedicado às Mulheres, o Mestre da Sabedoria da Cabala Rabino Joseph Saltoun versa sobre os ensinamentos da Cabalá e o papel da mulher nesta sociedade masculina menos dominante



Há quem comemore o Dia Internacional da Mulher apenas no dia 8 de Março. A data foi criada no final do século XIX e início do século XX nos Estados Unidos e Europa, no contexto das lutas femininas por melhores condições de vida e trabalho, e em homenagem às 129 operárias de uma fábrica americana de tecelagem que morreram carbonizadas em incêndio. Existem outros relatos, porém, é fato e não há contestação de que essa luta do universo feminino é constante e dinâmico.


O equilíbrios das forças do Feminino e do Masculino são fundamentais neste processo de transformação da sociedade universal, explica o Rabino Joseph Saltoun. O desejo feminino pode acelerar a mudança necessária para que o mundo inteiro aprecie a perfeição, a alegria e a paz.

O Rabino Joseph Saltoun enfatiza o momento em que estamos vivendo, em plena Era de Aquário, a era da iluminação espiritual da humanidade. Segundo a Cabalá e a visão espiritual geral de todos os movimentos esotéricos no planeta, falam da importância da Mulher, da consciência feminina neste processo do “despertar da consciência”.


Nos últimos dois mil anos, é perceptível que as religiões são mais ‘patriarcais’ do que ‘matriarcais’, ou seja, predominância masculina. Analisando essa função, nota-se que a energia masculina é caracterizada como bruta, forte, agressiva, agir e fazer para fora, enquanto a energia feminina é mais passiva, tranquila, calma faz para dentro. Comparados fisicamente, homem e mulher, o órgão masculino é ‘para fora’- ejetar, e o feminino é ‘para dentro’ – receber, assimilar, conter.


Transformação, mudança de consciência.

De acordo com a Cabalá, os tempos atuais sinalizam que o equilíbrio energético do homem e da mulher, o “in” e o “out”, além de fundamental para a mudança de consciência planetária, promove o despertar desta nova consciência. Por que o despertar da consciência feminino é mais importante que o masculino? Será que o homem poderia ter despertado nos últimos dois mil anos? A resposta do Rabino Joseph é “sim”, pois o desequilíbrio energético masculino inseriu na história da humanidade, até os dias atuais, cenários de guerras sem tréguas e a necessidade de poder sobre nações. O desequilíbrio feminino seria diferente? Não, responde o Rabino Joseph. O fato de haver desequilíbrio energético que afeta logicamente um estado emocional, as atitudes seriam as mesmas, ou seja, desejo pelo poder gerando guerras entre nações.


“Os erros do nosso passado são decorrentes do desequilíbrio energético masculino.”

Nosso mundo é regido pelas leis da natureza, como sempre, e se observarmos atentamente, vemos que em todos os níveis de existência, nenhuma espécie de vida pode existir, ou melhor, viver ou sobreviver por si só. A existência só é possível através da complementaridade com a "outra metade". Em outras palavras, cada elemento na natureza é sempre um elemento complementar ao seu oposto, e somente juntos podem ser completos e perfeitos. Mesmo no nível vegetativo, a divisão, em partes masculina e feminina, é claramente evidente. Esta especialização é enraizada em todas as coisas na natureza, e dita que o equilíbrio pode ser alcançado somente se as duas partes, masculina e feminina, interagir corretamente uma com a outra.


O Rabino Joseph Saltoun conclui, segundo a Cabalá, que a nossas partes "a feminina" e "a masculina", em perfeito complemento, irão trabalhar em completa unidade e transcenderá todos nós para essa realidade.


21 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 por CabalaNews. Orgulhosamente criado com Wix.com